contato@institutokopp.com.br

Retração - gengival

Retração Gengival: Saiba as causas e tratamentos!

Neste post falaremos mais sobre a retração da gengiva ou recessão gengival, como também é conhecida.

O que é a retração gengival?

Se boa parte do dente esta à mostra, pode ser sinal de que a gengiva está se retraindo! Na recessão gengival é possível notar a diminuição da porção de gengiva que recobre o dente, podendo até expor sua raiz. Esta situação provoca, além do comprometimento estético, a hipersensibilidade dentinária, problema que estima-se acometa mais de 70% da população.

Retração-gengival-kopp

Qual é a causa?

Pode ser causado por diversos condições e hábitos, o tratamento ideal geralmente depende da causa do problema.

Algumas das causas mais comuns de retração gengival são:

  • Trauma de escovação: Utilizar muita força na escovação ou no uso de fio dental. Seja gentil com seu sorriro e não utilize escovas que não sejam qualificadas como “Macia”;
  • Trauma por objetos;
  • Alimentação ácida;
  • Doenças gástricas;
  • A falta de alinhamento dos dentes;
  • Bruxismo: o ranger dos dentes, durante o sono, ou até mesmo acordado, podem causar muitos incômodos e prejuízos ao seu sorriso, incluindo a retração da gengiva;
  • Periodontite, a falta de cuidado com a higiene bucal diária pode se transformar em periodontite e acarretar a retração da gengiva;
  • Genética, se um ou ambos os pais apresentam retração da gengiva é possível que você possua um maior risco de desenvolver essa condição.

Como evitar?

Fazer uso da escova de dente e fio dental, sem executar muita força na higiene dos dentes, e visitas periódicas ao dentista estão entre as medidas mais indicadas para prevenir a retração da gengiva.

 


Entre os sintomas mais comuns de retração gengival, nota-se:

Sensibilidade dentária excessiva, a temperaturas, ao usar talheres, ou ao consumir doces;
Sangramento gengival na escovação;
Maior espaço visível entre o dente e gengiva;
Exposição da raiz dos dentes;
Sentir que os dentes estão “fracos ou frouxos”, ou não sentir “firmeza” ao mastigar;
Mau hálito (Halitose).
Retração-gengival


Tem tratamento ?

Não se preocupe! Existe sim tratamento para recessão de gengiva.

O mais importante, é a partir do momento em que se sinta os sintomas e note a retração, o paciente busque rapidamente um diagnóstico com seu dentista, evitando assim a progressão dos sintomas.

Caso tenha uma leve retração, nenhum tratamento complexo deverá ser necessário, seu dentista lhe ajudará a reavaliar seus hábitos bucais, como uso da escova e fio dental, te indicando outros modelos, e deverá prosseguir fazendo o acompanhamento de seu caso.

Em alguns casos, quando a recessão da gengiva já se tornou mais complexa, é possível a necessidade de tratamento cirúrgico, sendo necessário o enxerto gengival, nestes casos, a gengiva é retirada de outro local (normalmente do palato, céu da boca) e fixada com sutura na área a recobrir.

Hoje em dia com a tecnologia odontológica e com esta técnica, já é possível recobrir áreas de retração gengival mais extensas, oferecendo uma melhor estética e com mínimas chances do caso de retração voltar a acometer o paciente.


Por fim, concluímos que quando notado qualquer sintoma citado acima, deve-se procurar de imediato o dentista, e lembre-se seja gentil com sua higiene dental diária.

Para avaliar seu caso e necessidade de tratamento, conte com o Instituto Kopp. O Instituto Odontológico em Curitiba, que há 30 anos faz do seu sorriso a sua missão. 

Agende sua avaliação CLICANDO AQUI ou deixe um comentário abaixo. Entraremos em contato com você.

 

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.